banner

Linha férrea entre Morretes e Antonina será revitalizada

Agora Litoral A linha férrea que liga Morretes a Antonina, no litoral do Paraná, vai ser revitalizada e voltará a transportar passageiros. De acordo com o governo estadual, a previsão é de que a obra fique pronta ainda neste ano e que um passeio de Natal inaugure a linha. A novidade foi divulgada pelo Governo do Paraná na quinta-feira (24). A revitalização da linha férrea, que tem 16 quilômetros de extensão, será feita pela Rumo Logística. Protocolo de intenções Nesta semana, a empresa e o governo estadual assinaram um protocolo de intenções para viabilizar o projeto. A revitalização vai ser bancada pela Rumo e, segundo a empresa, tem finalidade turística. O custo da obra não foi informado. O preço das tarifas e a programação serão definidos por meio de um Contrato de Operação Específica (COE). Esse documento deve ser assinado em novembro, conforme a Rumo. Protocolo foi assinado pelo…

Importação de malte, cevada e trigo cresce no Paraná

A importação de malte e cevada com entrada pelos portos do Paraná teve alta de 29% na comparação entre os meses de janeiro e setembro de 2019 com o mesmo período do ano passado. Outro granel de importação que apresentou alta no fechamento do período é o trigo: 33% a mais do cereal. Nos nove primeiros meses deste ano, 385,7 mil toneladas de malte e cevada desembarcaram pelo Porto de Paranaguá. Nos nove primeiros meses de 2018 o volume somou 299,4 mil toneladas dos granéis. Seis morrem e mais de 20 ficam feridos após caminhão cair em ribanceira Os 63 navios que chegaram carregados com os produtos, de janeiro a setembro deste ano, trouxeram esses cereais da Argentina, Uruguai, Espanha, Austrália e Ucrânia. O destino é o próprio Paraná. Um dos principais importadores de malte e cevada que entram pelo Porto de Paranaguá é a Cooperativa Agrária Agroindustrial. O…

Setor portuário responde por até 67% da arrecadação de ISS

Agora Litoral As empresas que atuam nos Portos do Paraná são responsáveis por mais da metade dos valores arrecadados pelas prefeituras com o Imposto Sobre Serviços (ISS). Em Paranaguá, a atividade portuária respondeu por quase 66% dos valores recebidos com o tributo, entre janeiro e agosto de 2019. Em Antonina, a participação foi de 67%. O ISS incide sobre a prestação de serviços de qualquer natureza e a aplicação dos recursos é determinada pela Constituição Federal. Do total arrecadado, 60% são usados de forma livre, como pagamento de servidores, obras, reformas e equipamentos públicos, por exemplo. Outros 25% devem ser, obrigatoriamente, investidos em educação e 15% em saúde. ISS de janeiro a agosto “Os portos têm papel fundamental como indutores de desenvolvimento. Além de pagar impostos, as empresas portuárias geram empregos. Estes trabalhadores movimentam o comércio, restaurantes, padarias. Outros setores da economia crescem e a arrecadação municipal aumenta. Com…

Paraná terá de qualificar 852 mil trabalhadores em profissões industriais

Agora Litoral O estado do Paraná terá de qualificar 852.046 trabalhadores em ocupações industriais nos níveis superior, técnico, qualificação e aperfeiçoamento entre 2019 e 2023. Os dados são do Mapa do Trabalho Industrial, elaborado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e divulgado nesta segunda-feira (30). A gerente executiva de Educação do Sistema FIEP, Giovana Chimentão Punhagui, acredita que essa será uma boa oportunidade tanto para quem já está no mercado de trabalho quanto para quem está à procura do primeiro emprego. “A educação profissional no Brasil é uma área estratégica, pois qualifica o profissional para as demandas que o mercado de trabalho precisa. Essa necessidade é uma grande oportunidade para que os jovens que estão escolhendo uma profissão ou aqueles trabalhadores que desejam se recolocar no mercado de trabalho, possam ter essa chance de entrar para o setor produtivo”, aponta. DEMANDA Na lista das áreas com maior demanda…

Tarifa de pedágio no litoral e outras cinco praças cai 30%

A partir das 00h desta terça-feira (1º), as tarifas de pedágio das rodovias administradas pelas concessionárias Ecovia e Ecocataratas terão redução de 30%. Com isso, o preço na praça de São José dos Pinhais, que liga ao litoral do Paraná, deve cair de R$ 20,90 para R$ 14,60 para automóvel, egundo o Ministério Público Federal (MPF). Além do pedágio entre Curitiba e o litoral, terão redução as cinco praças da Ecocataratas (São Miguel do Iguaçu, Céu Azul, Cascavel, Laranjeiras do Sul e Candói) os preços que variam de R$ 12,50 a R$ 16,40 caem para entre R$ 8,75 e R$ 11,48. A redução acontece após um acordo de leniência firmado entre a força-tarefa Lava Jato do Ministério Público Federal (MPF) e a empresa Ecorodovias S.A., controladora das duas concessionárias. De acordo com o documento, foram destinados R$ 220 milhões para quitar 30% da tarifa devida pelos usuários. A diminuição…

Porto de Paranaguá receberá 6 milhões de toneladas de grãos até dezembro

Agora Litoral Até o final deste ano, o Porto de Paranaguá deve receber para descarga mais de 6,12 milhões de toneladas de granéis para exportação. O volume esperado para o último trimestre de 2019 é 14% maior que o total movimentado pelo setor no mesmo período do ano passado. Nos três últimos meses de 2018 foram exportadas cerca de 5,26 milhões de toneladas de soja, milho, farelo e açúcar. Segundo o presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, a expectativa é que as exportações aumentem ainda mais com o acirramento da guerra comercial entre Estados Unidos e China. “A partir de setembro, o país americano vai impor tarifas adicionais sobre produtos chineses. Com isso, os produtores brasileiros terão um bom momento”, disse. Ele destaca que para atender essa demanda a empresa pública mantém os projetos que visam melhorar a infraestrutura terrestre, marítima e de recepção e armazenagem. Entre…

Navigate