Paraná

Porto Ponta do Félix fecha 2021 com operação de carga inédita

O Porto Ponta do Félix está recebendo uma carga inédita de pellets de madeira à granel. A exportação de 15 mil toneladas do produto tem como destino a Itália, com navio previsto para atracar na primeira quinzena de dezembro. A operação faz parte da diversificação de cargas do Porto, o que permitiu um aumento de 70% na movimentação em 2021. O produto é de fabricação brasileira, produzido no Sul do país. Com a proximidade do inverno europeu, os pellets de madeira são utilizados como insumos para sistema de calefação, com finalidade residencial. Os produtos serão comercializados em lojas, em diversos pontos do continente. De acordo com o diretor-presidente do Porto Ponta do Félix, Gilberto Birkhan, a ampliação de portfólio, atendimento diferenciado e know how em operações especializadas permitiu o crescimento na movimentação deste ano. “Tivemos diversas operações inéditas neste ano, entre elas, a importação de malte, big bags com alimentos…

ANP e Energy Paranã assinam contratos de cinco blocos de exploração e produção de petróleo

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e a Energy Paranã assinaram os contratos de cessão para exploração e produção de cinco blocos de petróleo. A Energy Paranã é composta pelas empresas Petres Energia, braço do Grupo Interalli nas áreas de gás natural e petróleo, e EnP Ecossistemas Energéticos – com 50% de participação cada. Os contratos assinados são dos blocos ES-T 354, ES-T 373, ES-T 477, TUC-T-139 e TUC-T-147, localizados no Espírito Santo e Bahia. Ao todo, a empresa soma 12 blocos exploratórios. Para o diretor do Grupo Interalli, um dos sócios majoritários da Petres Energia, Fabrício Slaviero Fumagalli, a oficialização das aquisições demonstra o avanço crescente do mercado de energia. “Temos potencial para ser aproveitado e estamos entrando neste cenário de grandes oportunidades, com investimentos que contribuirão para o desenvolvimento do país”, afirma. A efetivação da compra dos blocos (clique aqui para assistir a reunião…

Petres defende transição energética como forma de reduzir impacto e aumentar segurança no país

É preciso promover uma transição energética eficiente e adequada do uso do petróleo como principal combustível do planeta, por fontes de energia limpas e renováveis. Essa foi a avaliação de umas das sócias da Petres Energia, Renata Isfer, durante o seminário online “Energias Renováveis e Desenvolvimento”, do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). A proposta na programação foi tratar dos principais desafios para incentivar a geração de energia por fontes renováveis, das alternativas em termos de financiamento e o quanto a demanda de diferentes setores produtivos trazem impacto ao desenvolvimento regional e nacional. Renata, que é ex-secretária de Petróleo, Gás e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia (MME), falou sobre a transição energética e o futuro do setor de energia e ressaltou que “um dos elementos que está motivando e contribuindo para a transição energética acontecer é a diversificação de financiamentos que trazem uma linha de crédito…

Terminal de Líquidos da CBL é eleito segundo melhor do Brasil em nível de segurança e padrão operacional

O terminal de líquidos da Companhia Brasileira de Logística (CBL) – empreendimento do Grupo Interalli, com operação no Porto de Paranaguá – acaba de conquistar o segundo lugar na premiação Melhores do Ano – Safra 2020/2021, promovida pela Raízen.O premio avaliou nível de segurança e padrão operacional em mais de 20 terminais portuários operados pela Raízen em todo o Brasil. Também foram analisados critérios relacionados à saúde, segurança, meio ambiente, auditorias, qualidade, processos, produtividade e controles operacionais.Para o diretor do Grupo Interalli, Fabrício Slaviero Fumagalli, o resultado da premiação demonstra o comprometimento e a eficiência de todos os envolvidos na operação de um dos terminais mais modernos nesta área.”A CBL tem apenas três anos de atividades. No entanto, desde o início, priorizamos eficiência, produtividade e o bem-estar coletivo, prestando serviços de qualidade, com responsabilidade”, afirma Fumagalli.Primeira do Sul – A CBL foi a empresa que obteve a melhor colocação na região…

Coronavírus: número de óbitos aumentam 83% no Paraná em uma semana

O boletim epidemiológico publicado nesta segunda-feira (8), pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), mostra que a circulação do novo coronavírus aumentou 40% no Paraná na última semana. Além disso, no mesmo período houve aumento de 83% no número de óbitos, de 29 para 53. Na semana epidemiológica 22 (período de 24 a 30 de maio), o Estado registrou 1.477 casos. Já na semana 23 (de 31 a 6 de junho), o número de casos registrado foi de 2.068. O coronavírus atingiu 283 cidades no Paraná, significa que 70,9% do Estado está infectado pela doença. O índice é a base dos informes epidemiológicos no Paraná e leva em consideração a quantidade de confirmações em 24 horas. DISSEMINAÇÃO DE CASOS DO CORONAVÍRUS COMEÇOU EM CURITIBA O coronavírus alcançou 283 cidades do Paraná. Algumas regionais de Saúde já registram casos em todos os municípios de sua área de cobertura, como Paranaguá e Cianorte.…

Número de roubos reduziu 11,4% no primeiro trimestre de 2020 no Paraná

O número de roubos reduziu em 11,4% em todo Paraná durante o primeiro trimestre deste ano, em comparação com o mesmo período de 2019, segundo o Relatório Estatístico Criminal da Secretaria da Segurança Pública. Houve registro de 11.091 ocorrências somando janeiro, fevereiro e março de 2020, contra 12.531 no mesmo intervalo de tempo. Foram 1.440 roubos a menos, resultando em uma redução média de 15 por dia em todo o Estado. As modalidades de roubo analisadas seguiram a tendência de queda a nível estadual: roubos de veículos (-4,6%); ambiente público (-14%); residência (-7,6%); comércio (-3%); LARANJEIRAS DO SUL LIDERA REDUÇÃO NO NÚMERO DE ROUBOS NO PARANÁ As Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP), que mais tiveram queda nas ocorrências de roubo foram: Laranjeiras do Sul (-42,4%); Francisco Beltrão (-27,4%); Toledo (-24,7%); Maringá (-22,3%); Francisco Beltrão também apresentou queda em todas as modalidades criminais de roubo: veículo (-77,7%), ambiente público (-16%), residência (-38,8%) e…

Navigate