Saiba como a energia solar pode te ajudar a pagar mais barato na conta de luz

Reduzir a conta de luz se tornou uma necessidade para milhões de brasileiros que viram, apenas em 2021, uma alta acumulada na fatura de energia de quase 25%. Como solução para ajudar a frear novos aumentos causados pela grave crise hídrica no país, o setor empresarial está investimento em energia solar fotovoltaica.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, o acumulado dos últimos 12 meses fez o preço da energia subir 30,02%. A escassez de chuvas, principal fator para o aumento tarifário, gerou um alerta para a necessidade de o país diversificar sua matriz energética.

O aumento de capacidade da fonte solar, por exemplo, é apontado por especialistas como um importante caminho para a ampliação de produção energética. Se tratando de uma fonte limpa, renovável, de baixo impacto ambiental e que garante maior segurança e previsibilidade de geração ao sistema elétrico brasileiro, empresários do setor buscam novos investimentos em Usinas Fotovoltaicas (UFVs), em especial aquelas que se enquadram na modalidade de geração distribuída.

O Grupo InterAlli, que atua em setores como movimentação portuária de grãos e líquidos, produção e exploração de petróleo, realty e já investia no setor de energia com PCHs e UFVs de grande porte, fez seus primeiros investimentos em geração solar distribuída no início de 2021. O estado escolhido foi Minas Gerais, onde o grupo deve instalar 15MW em três empreendimentos distintos.

As usinas possuem 5MW de capacidade instalada cada e estão localizadas nas cidades de Nanuque, Cássia e Paraopeba. A UFV Nanuque tem energização prevista para dezembro de 2021, já a UFV Cássia passará por este processo durante o primeiro trimestre de 2022. A UFV Paraopeba, com obras iniciadas ainda em 2021, deve ser energizada até metade de 2022.

O diretor do Grupo Interalli, Fabrício Slaviero Fumagalli, explica que as UFVs serão adeptas ao sistema de geração distribuída. Com isso, a empresa que comercializará a energia das usinas concederá desconto na tarifa de consumidores convencionais, atendidos pela Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG).

“Com as usinas em funcionamento nós conseguiremos beneficiar mais de 15 mil consumidores. Para se ter uma ideia, a energia das nossas UFVs deve fornecer até 15% de economia ao ano, por meio da modalidade de geração distribuída. A decisão de investir em geração distribuída veio com a segurança jurídica sinalizada na aprovação do PL 5829/2019 na Câmara dos Deputados e que segue atualmente para a apreciação do Senado Federal”, destaca Fumagalli.

De maneira prática, o consumidor que paga R$150,00 mensais em conta de luz, com a energia das UFVs pode ter uma economia estimada em R$270,00 ao ano. Isso indica que a produção de energia solar é uma maneira viável de os brasileiros terem acesso à redução de custos com energia elétrica, como explica o sócio do Grupo InterAlli, Plauto Neto.

“Em um momento de necessidade de diversificação da matriz energética do país, o investimento do Grupo Interalli em UFVs conectadas à geração distribuída apresenta uma oportunidade de obter um desconto na fatura através de uma energia completamente renovável e com as melhores práticas ESG da atualidade”, pontua.

O Grupo InterAlli também possui investimento de energia solar no Estado de Piauí, com quase 1GW de potência instalada: UFV Marangatu, com 360MW de capacidade instalada, em parceria com a Canadian Solar; A UFV Carnaúba, com 392MW; e o Complexo Fotovoltaico de Brasileiro, com 232MW de capacidade instalada.

Vantagens da energia solar – A energia solar foi pauta da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP 26, realizada na Escócia. O motivo? Trata-se de uma importante fonte de energia limpa, fundamental para aumentar a diversificação de produção de energia em todo o mundo, além de reduzir danos ao Meio Ambiente e evitar maior crise ambiental a nível global. O Ministério do Meio Ambiente brasileiro divulgou, no evento, que as energias eólica e solar devem chegar, até 2030, a representar 25% da matriz energética no país.

Além de garantir uma redução significativa na conta de luz dos brasileiros, a energia solar apresenta uma série de vantagens para a população.

“É uma fonte de energia sustentável, renovável e que não polui o Meio Ambiente. Além disso, é uma energia de fonte silenciosa e abundante no Brasil, gerando pouca manutenção e tendo vida útil de mais de 25 anos”, finaliza Fumagalli.

O Grupo InterAlli – O Grupo InterAlli investe áreas de infraestrutura portuária, incluindo a operação de grãos e líquidos, logística, energias renováveis, agronegócio, óleo e gás, venture capital e automóveis. Sediado em Curitiba, Paraná, o grupo possui empresas nos estados de Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Maranhão e Rio de Janeiro.

O gerenciamento estratégico do Grupo Interalli tem garantido às suas empresas uma participação crescente no cenário nacional em diferentes áreas de atuação, bem como o posicionamento da marca como referência em qualidade, atendimento e resultados. Em todas as suas áreas de investimento, a marca Interalli contribui diretamente para o desenvolvimento econômico do Brasil.

Deixar uma resposta

Navigate